calculo-renal

Cálculos renais: formas de prevenção

A presença de cálculos renais, as famosas pedras nos rins, é um problema relativamente comum. Essa condição acomete cerca de 15% da população mundial, sendo duas vezes mais incidentes em homens do que em mulheres, especialmente entre os 20 e 40 anos de idade.

Entre os principais sintomas do quadro estão a dor repentina e aguda na região lombar, além de urina vermelha, vômitos e febre. O diagnóstico geralmente é feito com base no exame clínico, avaliação dos sintomas, histórico do paciente e resultados de tomografia computadorizada, que ajuda a verificar a localização e tamanho do cálculo.

Muito se fala sobre as opções de tratamento (uso de analgésicos, terapia endoscópica, cirurgia) dos cálculos renais, porém melhor do que tratar, o ideal é prevenir o quadro. Conheça a seguir boas maneiras de evitar a formação de pedras nos rins. Vem comigo!

Beba bastante água

Pessoas que bebem pouca água são mais propensas a desenvolverem cálculos renais. Para evitar a cristalização de sais no organismo, o corpo precisa de líquido. Sendo assim, uma das primeiras regras para reduzir o risco de pedras nos rins é tomar bastante água. Para verificar se você tem tomado quantidade suficiente, observe a cor da urina. Se ela estiver clara, tudo indica que você está no caminho certo.

Reduza o consumo de sal

O excesso de sal é um inimigo da saúde dos rins, pois aumenta as chances de formação dos indesejados cálculos. O consumo de sal de cozinha deve ser moderado, assim como a ingestão de embutidos e alimentos ultraprocessados. Evite linguiça, salsicha, salame, mortadela, temperos artificiais e molhos industrializados.

Redobre a atenção se você tem muito ácido úrico

Quem tem elevada concentração de ácido úrico no sangue deve tomar ainda mais cuidado com a alimentação. Nesse caso, vale a pena evitar o consumo excessivo de carne vermelha, cerveja e frutos do mar. Eles elevam ainda mais as taxas dessa substância no sangue, favorecendo o desenvolvimento de cristais de urato de sódio.

Não faça suplementação de cálcio por conta própria

O cálcio é um mineral importante para o organismo, mas apenas em níveis adequados. Em quantidade demasiada, ele pode resultar em danos, como pedras nos rins. É por isso que toda e qualquer suplementação só deve ser feita com orientação especializada. Caso contrário, o suplemento de cálcio pode gerar sobrecarga renal.

Controle o seu peso

Alimente-se de forma saudável e procure praticar exercícios físicos regularmente. Essas medidas ajudam no controle do peso, reduzem o risco de comorbidades como hipertensão e, consequentemente, evitam os cálculos renais. Para quem não sabe, o sedentarismo, obesidade e pressão alta estão entre os fatores de risco das pedras nos rins.

Esvazie a bexiga

Se você é daquelas pessoas que vive segurando o xixi, é melhor mudar de atitude o quanto antes. Crie o hábito de esvaziar a bexiga antes mesmo de senti-la cheia. Isso evita infecções e também reduz as chances de pedras se formarem nos rins.

Quer saber mais sobre pedras nos rins? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em São Carlos!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp