impotência sexual

Impotência sexual: quais são as causas e como tratar?

A impotência sexual, chamada também de disfunção erétil, é uma condição caracterizada pela incapacidade de obter ou manter uma ereção suficientemente rígida para possibilitar a penetração e ter uma relação sexual satisfatória.

Uma falha ocasional durante o sexo pode acontecer com qualquer homem e não necessariamente configura essa condição. Para ser considerada disfunção erétil, o problema tem que ser persistente.

De acordo com pesquisas recentes, cerca de 30% dos homens possuem algum grau de impotência. Só no Brasil, o problema atinge mais de 25 milhões de brasileiros acima dos 18 anos. Todos os anos, 1 milhão de novos casos são diagnosticados no país.

Vale salientar que a impotência pode ser provocada por múltiplos fatores. A boa notícia é que, atualmente, há excelentes alternativas para tratar a disfunção erétil. Quer conhecer as principais causas e tratamentos para esse tipo de quadro? Continue a leitura do artigo e fique por dentro do assunto.

Quais são as causas da disfunção erétil?

As causas da disfunção erétil podem ser variadas. Entre elas, se destacam aspectos psicológicos, sociais e emocionais, como traumas passados, histórico de abuso, ansiedade, quadro depressivo, problemas conjugais e dificuldades financeiras.

Há também as razões físicas, que incluem problemas neurológicos relacionados a diabetes ou câncer de próstata, por exemplo, aspectos vasculares que correspondem à entrada muito rápida de sangue no pênis, além das questões hormonais e uso de medicamentos anti-hipertensivos e antidepressivos.

Os fatores de risco mais prevalentes são idade avançada, tabagismo, doenças cardiovasculares, depressão, sedentarismo, depressão e alterações metabólicas.

Como tratar a impotência sexual?

Entre os tratamentos mais procurados para solucionar a disfunção erétil e proporcionar um desempenho sexual mais prazeroso estão o uso de medicação vasodilatadora oral, injeção de medicamentos antes das relações sexuais, terapia hormonal e cirurgia para a colocação de prótese peniana inflável ou semirrígida.

Quando a raiz do problema é emocional, as sessões de psicoterapia comportamental podem ser úteis para aprender a lidar com a condição e encontrar ferramentas para combater os gatilhos que levam à impotência.

A automedicação é contraindicada em todos os casos. Somente o especialista pode prescrever o fármaco ideal, a dosagem adequada e o tempo de duração do tratamento. Isso aumenta a segurança e eleva a eficácia do tratamento.

É importante lembrar que, melhor do que tratar o problema, é evitá-lo. Sendo assim, vale a pena manter a saúde urológica e sexual em dia por meio de medidas como visitas regulares ao urologista, adoção de estilo de vida saudável, incluindo a prática de exercícios, abstenção de cigarro e dieta com baixo índice de gordura. Procure relaxar, aproveite o tempo livre, dedique-se a algum hobby e mantenha sua mente arejada. Esses cuidados previnem o estresse, a ansiedade e a depressão. Uma boa saúde mental é essencial para ter uma vida sexual satisfatória.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em São Carlos!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp