Pênis torto

Pênis torto é normal?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre se ter o pênis torto é algo normal ou um fator que exija alguma atenção. O primeiro ponto a ser observado é que tudo depende do caso e da forma como a curvatura afeta a pessoa.

A seguir, vamos entender melhor este assunto. Acompanhe!

Quando o pênis torto é normal?

Geralmente, essa condição é considerada dentro da normalidade, quando a curvatura é de, no máximo, 30 graus. O problema, é que ninguém fica medindo quantos graus a curvatura do pênis tem para saber se ela está ou não dentro dos padrões.

Sendo assim, para saber se a situação deixou de ser normal, basta observar alguns aspectos cotidianos. Por exemplo, se a curvatura impedir que a pessoa tenha relações sexuais tranquilas, por causar dor ou algum tipo de incômodo.

Na maioria das situações em que a curvatura atrapalha a vida sexual, o diagnóstico mais recorrente é de uma doença chamada Peyronie.

O que é a doença de Peyronie?

Esta condição foi detalhada pela primeira vez na história médica no ano de 1743, por François Gigot de La Peyronie. Na época, esse personagem era médico pessoal de Luiz XV, então rei da França.

Peyronie tinha essa doença e, por isso, o nome que hoje damos à ela. Sua principal característica é o desenvolvimento de uma placa de fibrose no pênis, algo que pode ocorrer em qualquer área da extensão peniana.

Outra característica própria da doença de Peyronie é o fato de que o pênis fica torto quando está duro. Ou seja, quando não está ereto, a pessoa não consegue identificar essa curvatura.

É muito comum que essa condição surja em homens com 40 anos de idade ou mais. Entretanto, ela pode aparecer em qualquer período da vida.

Quais são os sintomas da doença de Peyronie?

Geralmente, o pênis torto, categorizado com algo fora do normal, especialmente devido à Peyronie, apresenta alguns sinais característicos. Dentre eles, destacamos:

  • Diminuição da circunferência do pênis;
  • Diminuição do comprimento;
  • Dor e incômodos quando está ereto;
  • Curva acentuada quando ereto;
  • Nódulo ou placa;
  • Deformação, que faz com que a aparência do pênis lembre uma ampulheta.

Quais são as causas do pênis torto por Peyronie?

A medicina ainda não conseguiu chegar a uma conclusão sobre as reais causas dessa condição. Porém, existem estudos que apontam que o surgimento dessa doença pode ter algo relacionado com a ocorrência de traumas, quando o pênis está ereto, ou de lesões. Elas podem ocorrer por ter se dobrado demais durante uma relação sexual, por exemplo.

Conclusão

Apenas reforçando parte do que apontamos até aqui, a pessoa não precisa se preocupar muito com a curvatura do pênis para esquerda, para a direita, para baixo ou para cima. Se as relações sexuais são normais, e nenhum aspecto tem causado problemas, então, está tudo bem.

Por exemplo, curvaturas de até 30 graus são muito comuns e não afetam em nada a penetração e demais funcionalidades do pênis. O ponto chave é mesmo a dor e possíveis incômodos. Nesses casos, o médico deve ser procurado para avaliar a situação e definir a melhor maneira de lidar com o caso.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em São Carlos!

Powered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp