fimose e infecção urinária

Fimose e infeção urinária: entenda a relação

Fimose é o resultado de um prepúcio muito comprimido, que deixa apenas um orifício apertado e não pode ser puxada para trás, causando dificuldade de higienização, maior probabilidade de contrair infecções locais e infecção urinária. O prepúcio é a pele que envolve a glande (cabeça do pênis). Na maior parte dos meninos pequenos, no nascimento, o prepúcio é alongado e estreito e a fimose é comum. Entretanto, gradativamente, à medida que a criança cresce, o prepúcio tende a se tornar mais macio e seu orifício se expande. Na maioria dos meninos, a fimose desaparece naturalmente, antes de completarem um ano de idade e a todos os outros antes de entrarem na adolescência. No entanto, existem algumas situações que o tratamento com aplicação de um creme corticosteróide no prepúcio se faz necessário. Esse tratamento deve se prolongar por algumas semanas, porém, o tratamento cirúrgico, apesar de ser excepcionalmente necessário, não está descartado.

Tipos de fimose

Basicamente, a fimose pode se apresentar em dois tipos: primária ou secundária.

Fimose primária ou fisiológica

Ocorre ainda na fase embrionária, e tende a desaparecer com o crescimento da criança. Entretanto, segundo estudos, apenas 1% das crianças adolescentes, permanecem com a fimose até os 17 anos.

Fimose secundária ou patológica

Normalmente acontece em casos que a fimose se formou por conta de traumas no prepúcio ou algum tipo de lesão inflamatória. No entanto, esse tipo de problema, apesar de poder se desenvolver em qualquer parte da vida, é mais comum em adultos.

O que é infecção urinária?

A infecção urinária (CID 10 N39) condiz a todo e qualquer tipo de processo infeccioso que se dá através de micro-organismos em qualquer parte do trato urinário. E, pode ser classificada como uretrite (uretra), cistite (bexiga) ou pielonefrite (rins). Entretanto, essa classificação vai depender da estrutura atingida pela infecção. Os principais sintomas dessa condição são dor pélvica, ardência ao urinar, urgência miccional (necessidade de urinar várias vezes), urina com forte odor, urina escurecida e em alguns casos pode haver sangramento.

A fimose predispõe à infecção urinária

Disfunção e obstrução estão entre as causas mais frequentes de infecção urinária. As enterobactérias oriundas da flora intestinal ocupam o saco prepucial, a uretra distal e a superfície glandular. As bactérias coalescem à camada interna da pele do prepúcio. Uma grande diversidade de anomalias congênitas do trato urinário pode causar infecção devido a obstrução como, por exemplo, válvulas uretrais, obstrução da junção pélvico-ureteral ou estase não-obstrutiva da urina.

Fimose e a infecção urinária

O esmegma (substância branca e pastosa com cheiro desagradável que se acumula sob o prepúcio) é, na verdade, a correlação direta entre a fimose e a infecção urinária. Ele é um meio de cultura favorável para as bactérias de acumulares e se desenvolverem. Entretanto, se o esmegma estiver livre de bactérias, nem todas as pessoas com fimose desenvolverão a infecção urinária. Em contrapartida, os garotos / homens que não possuem fimose, mas com o prepúcio íntegro, podem desenvolver infecções por falta de higiene, o que facilitará o crescimento das bactérias sob o prepúcio. Logo, pode-se dizer que a fimose é um fator complicador, devido dificultar a limpeza e facilitar o acúmulo de bactérias. Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter. Ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como urologista em São Carlos!
Urologista em São CarlosPowered by Rock Convert

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp